Como obter um corpo estético

Como obter um corpo estético

Há muitas pessoas que realizam exercícios físicos com o objetivo principal de alcançar um aprimoramento físico estético e, por fim, alcançar um corpo físico ou corporal similar a um modelo ou modelo de fitness.

No entanto, há uma série de falsos mitos ou falsas crenças que tentamos esclarecer em Vitónica em algum momento, então aqui está uma série de dicas interessantes para se ter em mente quando estamos procurando por um corpo específico.

Não copie nenhuma dieta
Um erro muito comum cometido por todas as pessoas que começam a cuidar de si é copiar as dietas que já estão na rede. Nós não podemos copiar uma dieta que encontramos em qualquer página web, livro, blog ou revista, basicamente porque cada pessoa tem um gasto calórico diferente e com base nesse gasto calórico, essa deve ser a dieta.

Por exemplo, se encontrarmos uma dieta de ‘volume’ de 4000 quilocalorias, pode ser que esta dieta é muito alto para nós ou mesmo um pouco baixa, dizer um exemplo: um homem de 70 kg e 170 centímetros de altura que tem um trabalho sedentário, praticamente nenhum caminha durante o dia e só treina, é muito possível que você não precise de tantas calorias para aumentar seus músculos e que com essas calorias o que você consegue é ganhar gordura corporal excessiva.

Nós já comentou na ocasião que, para manter um corpo saudável e até mesmo para reduzir nossa gordura corporal, na maioria dos casos não é necessário contar e pesar todos os alimentos simplesmente sendo razoável com rações e cuidar do alimento que comemos, obter Entretanto, se gerarmos um déficit calórico, se falamos em procurar um ponto de uma maneira específica, é muito possível que seja necessário ter controle absoluto.

Disse que, sim, podemos tomar como referência uma dieta como alimentos que são utilizados e os pratos são cozidos, mas mudando os valores, dependendo de nossas necessidades, por isso temos quatro artigos que nos ajudarão a calcular a sua ingestão calórica:

Calcule sua dieta passo a passo: calcule as necessidades calóricas (I)
Calcule sua dieta passo a passo: ajustes calóricos extras (II)
Calcule sua dieta passo a passo: macronutrientes de um alimento (III)
Calcule sua dieta passo a passo: porcentagens de macronutrientes (IV)
Não copie um treino de 100%
dieta e pesos
Tal como acontece com a dieta, nunca devemos copiar um treinamento 100%, basicamente porque cada pessoa tem um estado diferente e pode suportar um volume e intensidade de treinamento totalmente diferente, por isso devemos individualizar cada treinamento e adaptá-lo para nós mesmos.

Inútil procurar rotina que torna a nossa referência em termos de corpo está em causa, quando pode ser que o nosso corpo não reage da mesma forma ao estímulo dessa formação, e ainda mais, se nós treinamos e depois não seguir a dieta direita ou com descanso adequado.

Devemos ter claro que não há treinamento perfeito, nem há um único treinamento para atingir um objetivo específico. É fácil encontrar opiniões totalmente antagônicas no que diz respeito a treinamento, mas se não testarmos por nós mesmos, nunca saberemos qual funciona melhor para nós.

Muitas pessoas fazem bem em realizar alta frequência em agachamento, supino ou levantamento terra, e assim progredir em força e estética, no entanto, outras pessoas podem não ajudar tanto a realizar um treinamento. esse tipo e, com menos frequência, alcançar objetivos melhores. Embora haja uma base teórica que todos devemos cumprir, as nuances devem ser totalmente individuais. O que está claro é que devemos treinar e ser constantes, caso contrário não obteremos resultados.

Leia também: Cromofina funciona

Seja claro sobre o nosso objetivo
garota de fitness
Devemos ser muito claros sobre qual é o nosso objetivo e em que ponto estamos e, se possível, que o objetivo é realista. É inútil olhar para um corpo fisiculturista, se a nossa vida não for focada no fisiculturismo.

Além disso, hoje existem muitos modelos de fitness que têm corpos que não podem ser obtidos naturalmente (sem usar química), e isso pode causar frustração entre as pessoas que realmente se esforçam e não obtêm resultados semelhantes.

Se olharmos também grandes mudanças em um curto espaço de tempo, devemos ser cautelosos e duvidar se que o corpo foi conseguido naturalmente, por exemplo, uma mulher dificilmente pode ganhar 6 kg de massa magra em um ano, como temos explicado em um artigo anterior .

Por isso eu não quero dizer que uma pessoa não tem objetivos, mas os objetivos devem ser realistas, e meu conselho é que em seus próprios objetivos ye corpo marquéis, mesmo se você tiver uma referência, e de vez em quando evaluéis seu progresso tomar medidas e eu olho para o espelho.

Como posso perder peso sem riscos?

Como posso perder peso sem riscos?

Ser saudável significa ter o peso certo para você. Para descobrir se o seu peso é saudável ou se você precisa perder peso ou ganhar peso, é melhor consultar um médico ou um nutricionista. Eles podem comparar seu peso com diretrizes saudáveis ​​e ajudar você a definir metas realistas. Se acontecer de a perda de peso beneficiar você, você pode começar seguindo algumas das recomendações simples listadas abaixo.

O controle de peso é alcançado a longo prazo. Pessoas que perdem peso rapidamente através de dietas ou medidas drásticas geralmente recuperam todos os quilos que perderam (e muitas vezes mais), uma vez que não mudaram seus hábitos.

Como alcançar o sucesso
O melhor plano para controlar o peso é aquele que você pode manter por toda a vida. Isso é muito tempo, então vamos tentar fazer essas recomendações o mais simples possível!

Faça disso um assunto de família. Peça ajuda e apoio de seus pais. O objetivo é fazer mudanças na dieta ou estilo de vida que possam beneficiar toda a família. Adolescentes com apoio familiar tendem a obter melhores resultados.

Veja o que você bebe. É incrível quantas calorias estão contidas em bebidas carbonatadas, sucos e outras bebidas que você bebe todos os dias. Apenas dispensando uma lata de refrigerante ou evitando bebidas esportivas, você pode reduzir sua ingestão calórica diária em 150 calorias ou mais. Beba água ou outras bebidas sem açúcar para saciar a sua sede e evitar sucos e bebidas carbonatadas açucaradas. Também é uma boa ideia beber leite desnatado em vez de leite integral.

Comece com pequenas mudanças. É mais fácil perseverar com pequenas mudanças do que com mudanças drásticas. Por exemplo, deixe as bebidas ou reduza as porções de suas refeições. Depois de ter conseguido isso, você pode começar a fazer outras mudanças, como introduzir alimentos mais saudáveis ​​e exercitar-se gradualmente em sua vida.

Pare de comer quando estiver satisfeito. Coma quando estiver com fome e saia quando se sentir satisfeito. Comer mais devagar ajuda porque o cérebro leva 20 minutos para perceber que você está cheio. Às vezes, pausar antes de repetir pode impedir que você coma outra porção.

Evite comer quando estiver com raiva ou entediado; fazer outra coisa (caminhar alguns quarteirões ou ir à academia são boas alternativas). Muitas pessoas acham útil manter um diário do que comem e quando e o que sentem. Quando você escreve tudo isso, você tem que pensar duas vezes antes de comer alguns cookies. Rever o diário mais tarde pode ajudá-lo a identificar as emoções que você sente quando come demais.

Coloque horários para suas refeições e lanches. Você pode gerenciar melhor sua fome quando você tem um horário de refeição organizada. Saltar refeições pode fazer você comer demais na próxima refeição. Adicionar 1 ou 2 lanches saudáveis ​​às três refeições principais pode ajudá-lo a controlar sua fome.

Cinco por dia, as libras libertariam você. Deixe o fast food e comece a comer frutas e verduras! Cinco porções de frutas e vegetais não são apenas uma boa idéia para ajudá-lo a perder peso, elas também ajudam a manter seu estômago satisfeito e seu coração e corpo saudáveis. Outras sugestões para comer bem:

consome pão integral, arroz integral ou aveia
tomar café da manhã com alimentos saudáveis
Sirva pequenas porções.
Mais dicas
Evite passar dietas. Nunca é uma boa idéia trocar refeições por smoothies ou eliminar um determinado grupo de alimentos para perder peso; Todos nós precisamos comer alimentos variados para receber os nutrientes necessários para nos manter saudáveis. Evite pílulas dietéticas (mesmo aquelas que são vendidas sem receita médica ou aquelas que são ervas). Eles podem ser perigosos para sua saúde; Além disso, não há evidências para ajudar a manter o peso baixo a longo prazo.

Leia também: Womax gel lipo funciona

Não dispense certos alimentos. Não diga a si mesmo que você não vai comer o seu chocolate favorito e sorvete de manteiga de amendoim novamente. Banir todos esses alimentos fará com que você os queira ainda mais. A chave para o sucesso a longo prazo é escolher alimentos saudáveis ​​na maior parte do tempo. Se você quer um pedaço de bolo em uma festa, coma! Mas, mais tarde, para compensar, mordisque cenouras em vez de batatas fritas.

Mover Você pode achar que você não precisa desistir de calorias, tanto quanto você precisa mover seu corpo. E não comece a pensar que você tem que praticar um esporte de equipe ou fazer aulas de treinamento aeróbico. Experimente várias atividades, desde caminhadas a ciclismo ou remo, até encontrar as que você gosta.

Você não é um atleta? Encontre outras maneiras de se exercitar: vá para a escola caminhando, suba e desça as escadas algumas vezes antes de tomar banho de manhã, desligue a televisão e ajude seus pais no jardim ou caminhe até a escola.

Idosos: como reduzir o risco de cair?

A principal causa de morte entre as pessoas com mais de 65 anos, cai mais de 450.000 vítimas a cada ano entre os idosos. 2 milhões de idosos estão expostos a esse risco, que se multiplica por 20 após uma primeira queda. Quais são as causas das quedas? Onde eles estão acontecendo? Quais são as consequências desses acidentes diários e como eles podem ser evitados? Isso é o que veremos neste artigo.

Quedas nos idosos: quais são as causas?

Para medir e prevenir riscos de maneira adequada, é importante entender em que circunstâncias os idosos podem cair.

A principal razão que causa esses acidentes é o próprio envelhecimento e as pequenas afecções que às vezes causam. O avanço da idade pode afetar o equilíbrio, o que aumenta o risco de queda. Também é mais difícil acompanhar um mau gesto.

Se você acha importante notícias como essa conheça nosso site sobre saúde.

O fator de risco ambiental

Mas as causas ambientais também devem ser apresentadas. De fato, alguns fatores aumentam o risco de queda:

Quase metade de todos os acidentes domésticos ocorrem no banheiro: pisos escorregadios, chuveiros e banheiros são particularmente perigosos. Outros elementos do mobiliário também aumentam os riscos: escadas, cabos elétricos, móveis baixos …

Esses elementos são levados em conta pelas instituições anfitriãs especializadas. Portanto, isso afeta principalmente as pessoas em casa.

Condições na pessoa que promovem o risco de queda

Fatores relacionados à pessoa idosa também explicam um aumento na acidologia. O declínio nas habilidades físicas, se fraqueza articular, visão ou outra patologia aumenta o nível de risco de queda.

Da mesma forma, distúrbios cognitivos que afetam principalmente idosos também são sinais de alerta: Alzheimer ou isolamento, por exemplo.

Finalmente, os problemas comportamentais podem reduzir o estado de alerta e a capacidade de se movimentar: problemas nutricionais, dependência de álcool, consumo de drogas …

Consequências de quedas em idosos

As quedas podem ter várias consequências.

Impactos Físicos

O primeiro perigo é ferir a si mesmo. Pode variar do azul simples à quebra de um osso. Por exemplo, a fratura do colo do fêmur é particularmente comum em mulheres idosas que caíram. A gravidade da lesão aumenta ainda mais se a pessoa não conseguir se levantar e permanecer presa no chão sem cuidados durante várias horas ou dias. A lesão também pode fazer parte do tempo e impactar a autonomia da pessoa. Algumas mútuas de saúde sênior oferecem soluções para este tipo de perigo.

Algumas quedas têm consequências mais dramáticas. Assim, há 12.000 mortes causadas por esses acidentes domésticos a cada ano entre os idosos.

Quedas e psicologia ou “síndrome pós-queda”

As conseqüências de uma queda em uma pessoa idosa também são psicológicas. Depois de uma primeira queda, o risco de experimentar uma nova é multiplicado por 20. Quase metade dos idosos tratados no hospital por uma queda não conseguem voltar para casa.

Isso é explicado tanto pelas sequelas físicas como psicológicas da primeira queda: perda de autoconfiança, mas também, às vezes, mau funcionamento de certos automatismos. Assim, alguns idosos reduzem ou param completamente de andar, outros sofrem de problemas de percepção do espaço.

Como prevenir quedas em idosos?

A maneira mais fácil de evitar as conseqüências das quedas é evitar riscos. Para isso, existem várias soluções.

Prevenindo o risco de cair idosos em casa

A melhoria da casa reduz as causas ambientais de quedas. A prioridade é adaptar o banheiro onde o nível de perigo é maior. Tapetes antiderrapantes, um chuveiro de estilo italiano ou uma banheira com uma porta que não precise passar por cima de um aro podem ser usados.

O resto da caixa também pode ser otimizado com a instalação de rampas nas escadas, a instalação de iluminação eficaz, a remoção de quaisquer cabos dos locais de passagem e a verificação dos tapetes para evitar fazer o pés.

Um ritmo de vida adaptado reduz os riscos

Para prevenir quedas e envelhecer bem , também é aconselhável adotar um ritmo de vida adaptado cuidando de sua alimentação , para evitar os abusos do álcool e praticar um esporte adaptado aos idosos . Esses bons comportamentos estimulam os sentidos e as articulações. Uma avaliação regular de audição, visão e tensão no médico também é uma boa prática.

Se você gostou deste artigo e quer ler mais como

Fisiculturista explica como treinar para obter o melhor corpo estético

Fisiculturista explica como treinar para obter o melhor corpo estético

Mas o que são ‘estética’? O principal modelo de fitness e nutricionista, Diego Sechi, trata-se de um físico de aparência equilibrada e saudável que é alcançado naturalmente por meio de treinamento e dieta.

A estética é sobre a construção de um corpo que flui bem em conjunto e é proporcionado.

Muitos caras no jogo de hoje estão apenas se concentrando em construir massa sem pensar muito em construir um físico esteticamente agradável aos olhos.

Leia também: White Max funciona

Há um número de fisiculturistas no jogo hoje trabalhando para um físico estético onde o tamanho dos músculos não importa tanto quanto as proporções do físico.

Fonte: https://www.valpopular.com/white-max-funciona/

Como iniciar um estilo de vida saudável (não faça dieta)

Como iniciar um estilo de vida saudável (não faça dieta)

Começar a levar um estilo de vida saudável é mais do que conseguir um bom corpo; é pensar primeiro na saúde e nos benefícios que esse estilo de vida nos proporciona.

Não se trata apenas de se exercitar, comer alimentos saudáveis ​​e dormir. Devemos dar importância a certos hábitos, sabendo que eles são para a vida e não algo temporário para alcançar um objetivo específico.

O primeiro passo para começar uma vida saudável é a determinação e afirmação de querer fazê-lo. Vá mudando hábitos está dando pouco a pouco.

Vou começar com o mais básico, sem isso não poderíamos viver.

Respiração: Devemos ter tempo para respirar conscientemente pelo menos uma vez por dia.
Com apenas 10 respirações para se levantar, vamos mudar totalmente o nosso dia, e vamos nos encher de energia, você também pode fazê-lo quando se sentir estressado ou desanimado.

Alimentação Saudável: Esqueça a palavra ‘dieta’ porque você acabará abandonando algo que você não iniciou. Se custa você parar de comer, comer a cada 3 horas, no total, cerca de 5 a 6 vezes por dia, como pratos principais almoço e jantar, de modo que o estômago não processa um monte de comida, então dividir seus esforços, este Ajudará você a controlar seu apetite, reduzir a ansiedade e beneficiar sua saúde, principalmente nosso coração, estômago e cérebro.

Tome aproximadamente 3 litros de água por dia, inclua alimentos ricos em proteínas em todas as suas refeições (peixe, ovo, frango, carne, etc), coma legumes. Tente comer carboidratos única no café da manhã e almoço (arroz, batata, aveia, batata doce, massas), porque se você consumir carboidratos à noite toda essa energia, quando você vai para o sono é para ser convertido em gordura e isso não é benéfico nem para a sua saúde ou o seu corpo, consumido em pequenas quantidades boas gorduras 2 ou 3 vezes por semana (abacate ou abacate, amêndoas, nozes, salmão, azeite), cozinhar suas refeições como quiser menos frito; Evite sal e substitua-o por condimentos naturais, como alecrim e orégano.

Açúcar: o nosso corpo precisa de cerca de 25 gramas de açúcar por dia, um copo de refrigerante ou refrigerante tem de 20 a 25 gramas de açúcar, ou seja, apenas a tomar aquele copo que estamos fazendo o nosso limite no dia. E se você tomar uma garrafa, você consumiria aproximadamente 65 gramas, ou seja, o suficiente por quase 3 dias. Existem muitos alimentos e bebidas ricos em açúcar que aparecem saudáveis ​​como iogurtes, não ser enganado rótulos que dizem LUZ ou com pouca gordura, porque geralmente aqueles que têm mais açúcar. Tenha cuidado e controle o que você está dando ao seu corpo.

O exercício é importante e central para que você possa levar uma vida saudável e evitar alguns tipos de doenças, desde a gripe até problemas mais graves, como um ataque cardíaco.
Nosso corpo é feito para se mover, gastar o trabalho e ser ativo, então o exercício tem que ser um hábito. Exercite-se pelo menos 3 vezes por semana. Qualquer exercício é bom e eficaz, desde que você o faça com esforço e dedicação.

Sono: Para alcançar um corpo saudável e ter uma melhor qualidade de vida, o sono é essencial. 6 a 8 horas contínuas sem interrupções do sono profundo, será que todo o seu corpo se regenerará e se preparará para o dia seguinte.

Leia também: Womax funciona

Em resumo, vou lhe contar coisas que você pode começar a aplicar hoje para ter uma vida mais saudável.

-Exercite pelo menos 3 vezes por semana.
-Eu incluí exercícios cardio pelo menos uma vez por semana.
-Venha devagar e aproveite a comida.
-Evite álcool, frituras e alto teor de sódio / sal.
– Manter hidratado, tomando 2 a 3 litros de água por dia.
-Dormi das 6 às 8hrs
-Expirar exercícios durante o dia para estar com energia e estar livre de estresse.
-Não seja tão exigente e se você quiser, pode dar-se algum dia o prazer de comer o que você quer em uma das refeições do dia.
-Leia e fique positivo

Espero que você possa aplicar isso, porque na verdade você vai se sentir muito melhor levando um estilo de vida mais saudável.

Fonte: https://www.valpopular.com/womax-funciona/

Entenda o que é a Impotência Sexual e como tratar

Entenda o que é a Impotência Sexual e como tratar

A impotência sexual, também conhecida como disfunção erétil, é a incapacidade e dificuldade em ter ou em manter uma ereção do pênis que permita ter um contato intimo. Assim, o homem pode ter um problema quando esta dificuldade acontece em pelo menos 50% das tentativas para ter contato sexual, e o que pode acontecer é que a ereção não é suficientemente rígida para que possa haver penetração. Este problema pode ser tratado através da utilização de medicamentos, como Viagra ou Cialis, ou usando chás preparados com plantas medicinais. Veja que remédios podem ser usados em Remédios para Impotência Sexual.

A impotência sexual afeta na sua maioria homens entre os 50 e os 80 anos, e além de prejudicar a saúde sexual e íntima do homem, pode também trazer outros problemas psicológicos como a depressão, contribuindo por isso para uma diminuição da qualidade de vida.

Entenda o que é a Impotência Sexual e como tratar
Principais Causas
Algumas das causas mais comuns que levam a problemas de disfunção erétil incluem:

Saiba mais: Androzene funciona

Uso de drogas;
Alcoolismo;
Obesidade;
Uso excessivo de certos medicamentos como anti-hipertensivos, antidepressivos e antipsicóticos por exemplo;
Problemas psicológicos como depressão, traumas, medo, insatisfação ou diminuição da líbido;
Doenças crônicas, como insuficiência renal ou diabetes. Entenda porque a diabetes pode causar impotência.
Além disso, o tabagismo é outra das principais causas da impotência sexual, pois o cigarro reduz o fluxo de sangue no órgão sexual, podendo dificultar a ereção ou impedi-la completamente. Conheça as principais causas que podem levar ao surgimento deste problema em Principais Causas da Impotência Sexual.

Sintomas
Alguns dos principais sintomas da impotência sexual incluem:

Dificuldade para conseguir ou para manter uma ereção;
Ereção menos rígida e mais flácida;
Redução do tamanho do órgão sexual;
Mais tempo para atingir a ereção;
Dificuldade em manter contato íntimo em algumas posições sexuais;
Maior esforço e concentração para manter a ereção;
Diminuição dos pelos no corpo;
Diminuição do número de ereções espontâneas ao acordar;
Ejaculação mais rápida que o habitual;
Alterações ou deformação no órgão genital;
Doença vascular periférica que dificulta a passagem de sangue para os membros inferiores do corpo, como pernas, pés e órgão sexual.
Saiba reconhecer se é impotência sexual em Como Identificar se é Impotência Sexual.

Diagnóstico
Para fazer o diagnóstico da disfunção erétil, o médico irá fazer um registo detalhado de todas as dificuldades sentidas durante o contato íntimo, além de se informar sobre outras possíveis causas como depressão ou uso de drogas por exemplo, que possam estar na origem do problema. Além disso, o médico faz também um exame físico em busca de deformidades no órgão genital, doenças na próstata, sinais de hipogonadismo ou sinais de doenças cardiovasculares ou de problemas neurológicos.

Quando necessário, o médico pode também pedir a realização de exames de laboratório para avaliar os níveis dos lípidos, açúcares e do hormônio testosterona no organismo, pois esses valores podem ajudar a identificar o possível problema.

Tratamento
A impotência sexual pode ser tratada de diferentes formas, pois o seu tratamento depende da sua causa. Assim, algumas das opções de tratamento que existem são:

Uso de remédios como Sildenafil (Viagra), Tadalafil (Cialis) ou Vardenafil (Levitra), Apomorfina, Blemelanotida ou Alprostadil que ajudam na ereção.
Terapia de reposição com hormônios em cápsulas, adesivos ou injeções que aumentam os níveis de testosterona e facilitam a testosterona;
Uso de aparelhos de vácuo que favorecem a ereção e são especialmente aconselhados para homens que não podem fazer o tratamento com remédios;
Cirurgia para implantação de próteses penianas que são usadas apenas em último recurso apenas quando todos os restantes tratamentos não tiveram sucesso.
Além dos tratamentos referidos, o aconselhamento com um psicologo ou psiquiatra e a terapia de casal são também muito importantes, pois ajudam tratar outros problemas, medos e inseguranças que possam existir e que estejam também contribuindo para o problema. A psicoterapia também é indicada nestes casos para ajudar a tratar o estresse, ansiedade e a depressão.

Veja os alimentos que aumentam a libido e como preparar uma refeição afrodisíaca no vídeo a seguir:

Imagem ilustrativa do vídeo: ESTIMULANTE SEXUAL NATURAL
Os remédios caseiros também são uma excelente opção para quem sofre com este problema, que podem ser facilmente preparados em casa com ingredientes naturais. Veja como preparar um chá de alecrim, com chapéu de couro e catuaba ou um xarope caseiro com mel, guaraná e ginseng para tratar a impotência sexual.

Exercícios combinados ajudam na perda de peso na adolescência

Exercícios combinados ajudam na perda de peso na adolescência

Exercícios combinados ajudam na perda de peso na adolescência
Para combater o excesso de peso na adolescência, é preciso combinar atividade física e alimentação balanceada.

Leia também: Womax

No Brasil, segundo dados do IBGE IPO 2008/09, 20,5% dos adolescentes entre 10 e 19 anos estão com sobrepeso ou obesidade, ou seja, 1/5 da população adolescente do país está acima do peso. O excesso de peso está relacionado a doenças como diabetes, hipertensão, infarto, alguns tipos de câncer, entre outras.

Segundo um estudo canadense publicado pelo JAMA (Journal of the American Medical Association), o melhor caminho para perder peso na adolescência é realizar atividade aeróbica combinada com exercícios de resistência, que incluem pesos, e dieta. Apenas seguir uma redução alimentar e não realizar atividade física não leva a perda de peso significativa.

No estudo, foram selecionados 304 adolescentes de 14 a 18 anos com índice de massa corpórea (IMC, que para adolescentes é calculado de acordo com a idade e sexo) no percentil 95 ou mais ou no percentil 85 ou mais para pessoas com diabetes ou risco de doença cardiovascular além de obesidade.

Os participantes foram divididos em 4 grupos e acompanhados durante 22 semanas: 75 receberam treinamento aeróbico (em aparelhos como esteiras ergométricas); 78 realizaram exercícios de resistência (realizados com peso); 75 foram submetidos a treinamento envolvendo exercícios aeróbicos e de resistência; e 76 não realizaram nenhuma atividade física. Todos os participantes receberam aconselhamento dietético, com um déficit de energia diário de 250 kcal.

Aqueles que seguiram os exercícios combinados (aeróbico e de resistência) perderam muito mais gordura e medidas na cintura do que os que realizaram apenas exercícios aeróbicos, conhecidos por consumir mais energia.

Os participantes que seguiram apenas dieta perderam 0,6% de gordura corporal. Os que fizeram exercícios aeróbicos perderam 2,5% de gordura. Os adolescentes do grupo que realizou apenas exercícios de resistência perderam 3,2% de gordura corporal, enquanto os que realizaram os dois tipos de exercícios combinados perderam 4,8% de gordura corporal.

No entanto, a gordura na cintura quase não se alterou entre aqueles que fizeram apenas dieta, mas os adolescentes que realizaram exercícios aeróbicos perderam 3,04 cm de medida na cintura; os que fizeram exercícios de resistência perderam 2,03cm e os que realizaram exercícios combinados perderam 4,06cm.

Portanto, para obter uma perda de peso mais efetiva, o caminho é seguir uma dieta balanceada associada a exercícios aeróbicos e de resistência, de preferência com acompanhamento profissional.

BELEZA – Clarear os pelos do corpo é simples de fazer e pode ser feito em casa

BELEZA – Clarear os pelos do corpo é simples de fazer e pode ser feito em casa

Para algumas mulheres, os pelos escuros, especialmente quando em grandes quantidades e em partes do corpo bastante visíveis, são um incômodo. Por isso, o método de descolori-los é bastante utilizado há tempos. E hoje eu

Leia também: Banho de Lua dicas

Para algumas mulheres, os pelos escuros, especialmente quando em grandes quantidades e em partes do corpo bastante visíveis, são um incômodo. Por isso, o método de descolori-los é bastante utilizado há tempos. E hoje eu vou mostrar um dos kits que você pode adquirir e fazer em casa mesmo: Kit Banho de Lua Argan da marca Bella Donna.

Este kit acima contém absolutamente tudo o que você precisa para fazer em casa o seu banho de lua e deixar os pelinhos do corpo bem clarinho e sem irritações. Ele contém: creme protetor de parafina e silicone, pó descolorante, água oxigenada, banho espumas de arruda, gel esfoliante mel e romã, sais banho de arruda, creme nutritivo de argila e calêndula, óleo perfumado de argan, pote e espátula. Vamos começar então o passo à passo?!
1° Passo: Aplique o creme protetor de parafina e silicone com as mãos, sobre a pele seca, antes de inciar o banho de lua, para evitar coceiras e ressecamento. Não retirar.
2° Passo: Misture o pó descolorante com a água oxigenada no potinho e comece passar nas áreas que deseja clarear os pelos, comece aplicando nas áreas onde têm mais pelos e depois onde têm menos. Espere 15 minutos apenas e retire com bastante água.
3° Passo: Aplique o banho espumas de arruda com as mãos nas áreas onde descoloriu para que seja retirado o que ainda restou do processo anterior e depois enxague.
4º Passo: Aplicar o gel esfoliante mel e romã nas áreas ainda molhadas para retirar as células mortas e enxague.
5° Passo: Dissolver os sais de banho arruda em uma boa quantidade de água e aplicar do pescoço para baixo.
6° Passo: Para uma hidratação profunda aplicar o creme nutritivo de argila e calêndula em todo o corpo ou nas áreas descoloridas.
7° Passo: Por último aplique o óleo perfumado de argan com as mãos nas áreas desejadas para realçar os pelos dourados. Se achar necessário, retire o excesso com uma toalha seca.

Remédio para Ejaculação Precoce: Funciona ou é MITO? Veja AQUI!

Remédio para Ejaculação Precoce: Funciona ou é MITO? Veja AQUI!

Remédio para ejaculação precoce funciona mesmo ou é mito? No artigo de hoje vou desvendar esse mistério e deixar bem claro se realmente vale a pena você usar um medicamento para ejaculação precoce.

Saiba mais: estimulante sexual funciona

O remédio para ejaculação precoce atua no principal agente deste distúrbio: a ansiedade. Nesse texto vamos entender um pouco mais sobre esse grande problema que atinge milhões de homens pelo mundo.

Alguns homens estão começando a tomar o Dolotill no lugar de outros remédios para ter resultados mais rápidos e duradouros sem efeitos colaterais.

remédio para ejaculação precoce

O ato de ejacular é movido pela adrenalina. A excitação que esse hormônio provoca é responsável pelo orgasmo masculino. Um homem que esteja extremamente ansioso, terá o nível de adrenalina potencializado, e consequentemente, a ejaculação precoce. Esse é o quadro mais comum de quem sofre desse mal. É possível que a patologia esteja associada a outro problema fisiológico, que deverá ser diagnosticado por um especialista (urologista é o médico específico).

Antes de nos debruçarmos sobre quando recorrer ao remédio de ejaculação precoce, vale conhecer um pouco mais a respeito deste distúrbio.

A ejaculação precoce e sua incidência
Os homens buscam o remédio para ejaculação precoce, pois não conseguem mais lidar com esse terrível desconforto. E engana-se quem pensa que o problema só acompanha indivíduos de faixa etária avançada. Essa disfunção pode surgir logo no início da vida sexual de alguns homens, certamente mais fácil de entender, pois na juventude fatores distintos levam a produção acelerada da adrenalina, e, por conseguinte, a ejaculação rápida.

Muitos desse indivíduos ao ganharem mais experiência sexual, conseguem dá um ritmo melhor e controlar seu desempenho. Porém, bastará qualquer impacto emocional para serem afetados novamente pelo problema fisiológico.

Mas, em qualquer faixa de idade, sabe-se o quanto o problema afeta a moral do indivíduo. Inicialmente talvez não atinja a relação do casal, porém, com o passar do tempo, é o próprio homem que se sentirá incapaz, e logo os problemas começam a se acentuar.

Em todos esses casos é inicialmente recomendada a psicoterapia. Que muitas vezes é associada a técnicas físicas e atitudes simples de comportamento, tais como:

A masturbação – não importante se já tem “experiência”, a masturbação ajuda o homem a controlar a questão da sensibilidade, e controlar a ejaculação. Outras técnicas também são usadas nesse sentido, como o interromper o coito ao sentir que irá ter um orgasmo.
A conversa – a ansiedade é muitas vezes causada pela insegurança, então vale um dialogo mais aberto entre o casal. Os dois juntos podem chegar a uma solução, e criar um ambiente mais confortável para o individuo que sofre com a ejaculação rápida.
Não havendo sucesso nessas alternativas, o caminho é o medicamento.

Alguns estudos apontam que não é somente o lado emocional que levam os homens a procurarem o remédio para ejaculação precoce. O tratamento alopata (usando antidepressivos ou estimulantes de ereção) é recomendado para indivíduos que estejam diagnosticados com:

Inflamações no pênis
Inflamações na próstata
Esclerose múltipla
Em todos esses casos é imprescindível que o afetado procure o médico. O diagnóstico é feito através de profunda análise, e alguns exames podem ajudar. E quando confirmado o problema, é receitado o remédio para ejaculação precoce.

E quais são os medicamentos utilizados no tratamento da ejaculação precoce? Vejamos a seguir.

Qual é o melhor remédio para Ejaculação Precoce?
Homens que estão com problemas no relacionamento devido ao desempenho sexual comprometido pela ejaculação rápida, vão em busca do tratamento por meio de medicamentos. E substâncias bem eficientes compõe esses remédios, conheça as principais:

Dolotill

Após diversos testes ficou comprovado que esse é o melhor remédio para tratar a ejaculação precoce. Esse é um suplemento natural que ajuda a fortalecer o músculo pubbeo-coccígeo e a controlar a ansiedade na Hora H. Ele foi descoberto por médicos americanos e foi lançado no Brasil há pouco tempo. Dolotill não oferece riscos para a sua saúde porque não tem contra-indicações ou efeitos colaterais, a composição é 100% natural. Clicando no link abaixo você tem todos os detalhes:

>>> QUERO CONHECER O DOLOTILL <<<
Sildenafila – remédio para ejaculação precoce que trata problemas de disfunção erétil, ajudando homens que tenham problemas em manter a ereção.
Trazodona – antidepressivo que reduz a ansiedade.
Tadalafila – outro medicamente que trata o problema da ejaculação provocada pela falta de rigidez peniana.
Lindocaína – medicamento para uso tópico, voltado para homens que tem ejaculação rápida provocada pela alta sensibilidade na glande.
Fluoxetina – remédio receitado para tratar quadros de depressão e ansiedade.
Clomipramina – um antidepressivo que tratará a questão da ansiedade, porém, é uma substância forte e somente em casos extremos é receitada.
Dapoxetina – um dos mais recentes medicamentos para tratar a ejaculação precoce, ele age estimulando um neurotransmissor conhecido como serotonina.
Salientamos a importância da consultar ao médico especialista antes de ingerir qualquer uma da dessas substâncias. Assim terá a segurança e o aval que precisa para se livrar do problema.

A ejaculação precoce é sem dúvida um dos males causados pela turbulência que vivemos na atualidade. Estresse, hábitos irregulares como fumar e outros, contribuem diretamente para esse distúrbio. Então fazer uso do remédio para ejaculação precoce é uma forma eficiente de retomar a qualidade de vida, e do bem-estar de um relacionamento.

Limpeza de pele: benefícios e passo a passo do procedimento

Limpeza de pele: benefícios e passo a passo do procedimento

Ao contrário do que muitos pensam, procedimento é contraindicado para remover espinhas
Manuela Pagan
Escrito por Manuela Pagan
Redação Minha Vida
compartilhar

salvar

O que é a limpeza de pele

Limpeza de pele: tratamento estético elimina cravos e milium

A limpeza de pele é um procedimento estético, realizado em consultórios ou clínicas de estética, que tem como objetivo remover cravos e impurezas da pele. A limpeza de pele também remove o milium, que são pequenos cistos salientes causados pelo acúmulo de óleo e pele nos poros.

Indicações da limpeza de pele
Limpeza de pele – foto: Getty Images
Limpeza de pele – foto: Getty Images
A limpeza de pele é indicada, principalmente, para remoção de cravos abertos (pontos pretos) ou fechados (pontos brancos) e remoção de miliuns. Serve também para remover as células mortas e manter a pele macia e saudável. Todos os tipos de pele recebem muito bem esse procedimento. A limpeza bem realizada ajuda no equilíbrio das peles seca, normal, oleosa e mista. Além do rosto, é possível realizar o procedimento em qualquer outra parte do corpo, como colo e costas.

Como é feita a limpeza de pele
Assepsia da pele – foto: Getty Images
Assepsia da pele – foto: Getty Images
A grande maioria das limpezas de pele segue um passo a passo com etapas bem definidas, que vão desde a higienização da pele até a aplicação do filtro solar. Em geral, a pessoa irá deita-se em uma maca para realizar a limpeza de pele e usa uma proteção para os olhos, que pode ser o próprio algodão. A sessão dura, em média, uma hora. Conheça todas as etapas do procedimento:

– Assepsia: a pele é higienizada com loções de limpeza desengordurantes, cuja ação varia de acordo com o tipo de pele. O objetivo é remover maquiagem, cosméticos e até mesmo as impurezas decorrentes da poluição e a oleosidade da pele.

– Esfoliação: é feita a aplicação de produtos específicos com efeito abrasivo para promover um afinamento da camada córnea, a camada mais superficial da pele, facilitando a extração de cravos e acnes que não estejam inflamadas.”A microesfoliação da pele do rosto, pescoço e colo é feita de forma delicada, com movimentos suaves e circulares”, explica a dermatologista Carolina Marçon.

– Extração: Essa é a etapa mais longa da limpeza de pele, e pode durar 30 minutos ou mais, dependendo do estado da pele. Em seguida da esfoliação, a pele é submetida a um vapor com ozônio, que tem como finalidade abrir os poros e dar emoliência para a pele, facilitando a drenagem, sempre manual e cuidadosa dos cravos, espinhas e dos miliuns (bolinhas amareladas com sebo dentro. O tempo de exposição ao vapor com ozônio é de, no máximo, cinco minutos, isso porque, apesar do ozônio ser um gás de excelente efeito bactericida e fungicida, seu excesso pode provocar efeitos tóxicos quando inalado por um tempo prolongado, principalmente em gestantes. Após esse tempo, é aplicado, por mais dez minutos, apenas o vapor de água sobre a pele coberta por uma fina camada de algodão embebido em emoliente

A retirada de cravos e miliuns, deve utilizar técnicas corretas de manipulação.

Os cravos são espremidos com os dedos, mas o profissional nunca aperta a pele diretamente, sempre usa uma gaze médica para fazer a extração. Isso evita machucar a pele e também ajuda a reduzir a dor. Já os miliuns são removidos com a ajuda de uma microagulha, porque é necessário romper a casquinha que recobre o cisto para expelir a bolinha de sebo do seu interior. Durante a limpeza de pele, não é recomendado extrair espinhas, pois isso pode deixar cicatrizes na pele, além de gerar mais inflamação. Além disso, o procedimento não deve ser doloroso. A extração deve ser feita delicadamente e devagar de forma que o paciente sinta-se confortável. “Para pacientes mais sensíveis a dor, pode-se usar anestésico tópico previamente, mas geralmente isso não se faz necessário”, explica a dermatologista Carolina Marçon.

Após a extração, é utilizado um aparelho de alta frequência para cicatrizar e atuar como anti-inflamatório sobre os pontos da pele que sofreram microlesões.

– Massagem: nessa fase será realizada uma massagem com manobras suaves e metódicas com finalidade terapêutica ou estética, que auxiliam na aplicação de substâncias hidratantes e calmantes. Para a diminuição da vermelhidão, comum logo após a limpeza, também podem ser aplicadas compressas com loções calmantes e águas termais.

– Máscaras: é o procedimento de finalização da limpeza de pele e dura de 10 minutos a 20 minutos. A escolha do tipo de máscara depende do tipo de pele. Normalmente opta-se por máscaras calmantes, à base de azuleno, mentol.

– Filtro solar: a aplicação do protetor solar faz parte da última etapa da limpeza de pele. É aplicado em forma de gel ou loção para não obstruir os poros, sempre com fator de proteção igual ou superior a 30 para garantir que a pele está sendo protegida dos efeitos nocivos dos raios solares, como manchas. Como após a limpeza, a pele estará sensível isso também evitará queimaduras.

Preste atenção:

“Os produtos utilizados durante a limpeza de pele devem ser de boa procedência, sejam nacionais ou importados, e estar dentro do prazo de validade para que não haja risco de provocar alergias e irritações”, recomenda a dermatologista Carolina Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Produtos manipulados e à base de ácidos ou produtos tópicos com componentes hormonais só podem ser usados com a orientação e supervisão de um médico dermatologista”.

Periodicidade da limpeza de pele
O tempo entre uma limpeza e outra vai depender muito do tipo de pele de cada paciente. Peles normais à secas podem repetir a limpeza a cada dois meses. Já a pele mista a oleosa e com presença de cravos exige um cuidado maior, o ideal é fazer uma limpeza de pele por mês e utilizar produtos cosméticos adequados para cada caso. Indivíduos com um grau de acne muito intenso, devem sempre ter a orientação de um dermatologista para um melhor resultado.

Saiba mais: 9 segredos para controlar a oleosidade da pele
Contraindicações da limpeza de pele
Cravos – foto: Getty Images
Cravos – foto: Getty Images
Ao contrário do que muitos pensam, a limpeza é contraindicada para remover espinhas, pois pode deixar cicatrizes, além de gerar mais inflamação e agravar o quadro de acne. A limpeza de pele não é recomendada para peles muito sensíveis, aquelas que ficam vermelhas com facilidade, que sob o sol fazem rubor; as com muita descamação, e que costumam desenvolver alergias e irritações com facilidade. Além das peles com muita espinha.

Também não é recomendado fazer a limpeza em pele bronzeada. Após a exposição prolongada ao sol, a melanina (substância responsável pelo escurecimento da pele) está em plena atividade. Portanto, o contato com alguma substância mais agressiva pode provocar o aparecimento de manchas que vão ficar ainda mais evidentes quando o bronzeado sumir. Cosméticos que tenham ácidos na composição também estão proibidos nesse período. A pele está sensível demais e eles podem causar manchas.

Cuidados após a limpeza de pele
A pele demora cerca de 48 horas para se recuperar após a limpeza de pele. Alguns cuidados devem ser tomados nesse período e também após.

Leia também: limpeza de pele

Saiba mais: Carvão ativado: o que é, para que serve e benefícios
Recuperação da pele
Todos os procedimentos da limpeza, em especial a extração dos cravos, sensibilizam e irritam a pele. A extração de milium pode inclusive formar casquinhas, porque a pele sofrerá microcortes.

Cuidados nas primeiras 48 horas
Cuidados com a pele – foto: Getty Images
Cuidados com a pele – foto: Getty Images
Produtos à base de ácidos e despigmentantes ou produtos tópicos com componentes hormonais devem ser receitados somente por médicos e o paciente deve ser orientado quanto ao uso. Está indicado o uso de produtos com propriedades calmantes, como a água termal, e cicatrizantes nos primeiros dois dias após o procedimento. A maquiagem também pode ser utilizada nesse período.

Cuidados diários
Os cuidados diários são essenciais para uma pele bonita e para uma boa manutenção dos resultados da limpeza. “O kit básico de cuidados é composto por um bom gel de limpeza, um tônico e hidratante diurno e noturno para prevenir o envelhecimento”, recomenda a dermatologista Carolina Marçon. “É interessante utilizar um esfoliante uma a duas vezes por semana para renovar a pele”. Mas atenção: o uso de esfoliante está liberado apenas após sete dias da limpeza de pele.

Exposição ao sol
O ideal é ficar 48 horas sem se expor ao sol. Além disso, aplicar filtro solar com, no mínimo, FPS 30, é essencial.

Uso de cosméticos e maquiagem
O uso de ácidos deve ser evitado logo após a limpeza de pele se a pessoa tiver a pele muito sensível e vermelha, para que a irritação não piore. A mesma recomendação vale para os cremes oleosos, que podem obstruir os poros. Maquiagem pode ser utilizada normalmente.

Saiba mais: Como usar o protetor solar para proteger a pele?
Profissionais que podem realizar a limpeza de pele
Na limpeza da pele com acne, a técnica, o cuidado e a habilidade do esteticista devem ser redobrados e a parceria com o dermatologista é de extrema importância para o êxito do tratamento. “Para efetuar esse procedimento o médico deve conhecer a anatomia e a fisiologia da pele, fazer uma avaliação detalhada para estabelecer o tipo de pele e sua adequação aos cosméticos e princípios ativos a serem utilizados”, explica Carolina Marçon. Quanto ao esteticista, é de extrema importância dominar a técnica de extração e reconhecer o que pode e o que deve ser manipulado em relação às lesões da pele e como aplicar os cosméticos. Estabelecidas essas condições, pode-se trabalhar a pele do paciente com a segurança necessária, acabando com o mito de que a limpeza estraga a pele e provoca cicatrizes.

Perguntas frequentes
A dermatologista Mônica Fiszbaum conta que algumas dúvidas já se tornaram cativas no consultório e continuam em pauta entre homens e mulheres que procuram orientação profissional antes de entregar o rosto para ser renovado. Veja quais são elas:

Todo mundo deve fazer limpeza de pele?

Não. Pacientes com a pele cheia de espinhas amareladas devem evitar o procedimento. Nessa situação, a infecção pode se disseminar e o tratamento, em vez de ajudar, vai comprometer a saúde cutânea. Nessas situações, o melhor é fazer um tratamento com o dermatologista, esperar as espinhas sumirem e, aí sim, incluir a limpeza na rotina.

Posso fazer limpeza quando estiver bronzeada?

Não é recomendado. Após a exposição prolongada ao sol, a melanina (substância responsável pelo escurecimento da pele) está em plena atividade. Portanto, o contato com alguma substância mais agressiva pode provocar o aparecimento de manchas que vão ficar ainda mais evidentes quando o bronzeado sumir.

Depois de fazer a limpeza, é permitido tomar sol?

Em excesso, não. Saindo da clínica, fique 48 horas sem se expor ao sol. Além disso, aplique filtro solar. Cosméticos que tenham ácidos na composição também estão proibidos. Nesse período a pele está sensível demais e eles podem causar manchas. A mesma recomendação vale para o cremes oleosos, que podem entupir os poros.

Grávidas podem fazer limpeza de pele?

A não ser que a futura mamãe já tenha o hábito incluído no cotidiano, melhor evitar. Mas a explicação para isso tem fundo emocional: os médicos preferem proteger a paciente de qualquer tratamento que possa causar dores ou estresse.

É possível prevenir cravos?

Evitar os pontinhos pretos que insistem em marcar seu rosto é praticamente impossível, afinal não dá para frear a oleosidade natural da pele e, menos ainda, protegê-lo da poluição, os dois fatores que desencadeiam o surgimentos dos cravos. Mas não é por isso que você precisa passar o tempo todo com o rosto prejudicado. Alguns cuidados caseiros são suficientes para remover os pontinhos ainda que, a longo prazo, não substituam uma limpeza de pele. Tônicos e produtos adstringentes oferecem ótimos resultados, assim como sabonetes de ação profunda. Só tome cuidado para não usar produtos inadequados para o seu tipo de pele. Eles podem ressecar demais o rosto, levando o organismo a produzir ainda mais sebo e, consequentemente, favorecendo o aparecimento dos cravos e até de espinhas. No caso das mulheres, dormir maquiada também é fatal: os cosméticos entopem os poros, e o rosto rapidamente enche-se de pontos pretos.

Peeling ou limpeza de pele?

O peeling é um procedimento que pode ser utilizado para o tratamento de acne e controle da oleosidade da pele, mas é completamente diferente da limpeza de pele. O peeling químico consiste na aplicação tópica de determinadas substâncias químicas capazes de provocar reações que vão desde uma leve descamação até remoção da pele em diferentes graus. Isso significa que haverá descamação e troca da pele. Nestes procedimentos, podem ser utilizados diversos tipos de ácidos de acordo com o resultado que se deseja obter e com a profundidade que se deseja atingir.

O peeling deve ser indicado e realizados pelo médico. Somente o especialista é capaz de escolher o melhor produto na concentração adequada e também dominar os efeitos colaterais que possam estar envolvidos. Mesmo no caso dos peelings superficiais é importante avaliar a capacidade de resposta e a cicatrização da pele, além das relações custo – benefício do procedimento em questão.

Limpeza de pele caseira
A limpeza de pele caseira nada mais é do que aquela que deve ser feita diariamente com produtos que você tem em casa. Entre eles:

Demaquilantes para remover a maquiagem com produtos específicos para rosto e olhos
Sabonetes líquidos com pH compatível com o da pele
Água morna ou natural para o enxágue
Loções e tônicos adstringentes para remover resíduos de oleosidade, poluição e maquiagem que podem não ter sido removidos com o sabonete.
A esfoliação também deve ser feita semanal ou quinzenalmente para estimular a renovação celular. “Evite esfoliantes caseiros, pois eles podem gerar irritações e alergias. O ideal é consultar um dermatologista que poderá indicar o melhor produto para seu tipo de pele”, explica a dermatologista Bhertha Tamura.

Vale ressaltar que, ao fazer uma limpeza de pele caseira, é importante usar também hidratantes diurnos e cremes rejuvenescedores associados à ácidos noturnos para prevenir o envelhecimento – além de um filtro solar adequado ao seu tipo de pele com proteção contra raios UVA e UVB.

No entanto, esse passo a passo não substitui a limpeza de pele feita em consultório, que tem como objetivo realizar uma limpeza ainda mais profunda na pele.