Alimentos que reduzem o risco de disfunção erétil

Alimentos que reduzem o risco de disfunção erétil

De todos os 52 alimentos que aumentam a saúde do pênis , existem 10 dos principais que podem reduzir drasticamente o risco de disfunção erétil (DE), de acordo com uma nova pesquisa.

No estudo – publicado no American Journal of Clinical Nutrition – pesquisadores coletaram dados de mais de 50.000 homens de meia-idade. Desde 1986, os homens foram questionados sobre sua capacidade de ter e manter uma ereção durante o ato sexual, seu peso corporal, atividade física, consumo de cafeína e seus hábitos de fumar a cada quatro anos.

Os pesquisadores descobriram que os homens que consumiam regularmente alimentos ricos em flavonóides – especialmente aqueles com antocianinas, flavonas e flavanonas – experimentavam um risco significativamente reduzido de desordem do que aqueles que não consumiam. Boas notícias já que os alimentos já são populares nas dietas americanas. O pesquisador-chefe Aedin Cassidy diz: “… as principais fontes de antocianinas, flavonas e flavanonas consumidas nos EUA são morangos, mirtilos, vinho tinto, maçãs, pêras e produtos cítricos”.

No geral, os homens com uma maior ingestão total de frutas tiveram um 14 por cento menor risco de ED, enquanto os homens que consumiram alimentos ricos em antocianina, flavonas e flavanonas, tiveram um risco reduzido de 10 por cento de ED. Além do mais, consumir várias porções desses alimentos a cada semana é tão benéfico para a sua masculinidade quanto caminhar rapidamente por cinco horas por semana. Mas, se você realmente quiser colher os benefícios, os homens que exercitaram e consumiram alimentos ricos em flavonóides experimentaram um enorme risco de disfunção erétil de 21%.

Embora esse distúrbio seja mais comum em homens mais velhos, Cassidy e sua equipe “descobriram que os benefícios eram mais fortes entre os homens mais jovens”, segundo um comunicado de imprensa. E vamos enfrentá-lo, nenhum homem (ou mulher) quer encontrar um “fracasso para lançar”. Então, ao invés de ir a rota medicinal, estocar esses 10 poderosos come em seu lugar.
1 / 11
1. Berries

The most natural way to consume your sweets—and burn off excess fat—is by consuming berries. Even better: The vitamins found in red berries can increase sperm count. Add them to plain, non-fat Greek yogurt for a protein- and nutrient-rich breakfast or snack.

2 / 11
2. Citrus Fruits

Citrus fruits, especially grapefruits, are relatively high in fiber and are known to promote weight loss. They’re in season now (winter); pick them up next time you’re at the farmer’s market.

3 / 11
3. Red wine

Sure, it’s good for your cholesterol, but did you know red wine can benefit your manhood? Red wine contains nitric oxide, which helps relax the arteries and increase blood flow in the genitals, and the compound quercetin, which helps block the enzyme that triggers your body to push away testosterone, allowing you to maintain high levels of testosterone—and a strong erection well past foreplay.

4 / 11

Leia também: Remédio para impotência
4. Green tea

Another beverage that packs a bevy of health benefits is green tea. It contains catechins, which help boost metabolism and kill off free radicals that damage blood vessels, letting your blood flow more freely to your organs—including the one down below.

5 / 11
5. Pears

Pears are an excellent source of fiber and antioxidants, and they’re entirely free of cholesterol and fat! High-fiber fruits and vegetables help aid weight loss, too, since they help keep you full longer. And at just 100 calories, this fruit is the perfect supplement to your daily diet.

ALIMENTOS COM FLAVONÓIDE AJUDAM A PREVENIR A DISFUNÇÃO EREtil

ALIMENTOS COM FLAVONÓIDE AJUDAM A PREVENIR A DISFUNÇÃO EREtil

Um estudo colaborativo entre várias universidades, como Harvard ou Cambridge , mostrou o efeito positivo da ingestão de alimentos ricos em flavonóides para prevenir a disfunção erétil.

O estudo foi publicado no “Jornal Americano de Nutrição Clínica” e revelou que o consumo contínuo deste tipo de alimento, como frutas cítricas, mirtilos ou vinho tinto, está associado a um menor risco de problemas de ereção. homem, especialmente em crianças com menos de 70 anos de idade.

Leia também: Viagra Natural

Eles também enfatizam que os flavonóides que melhor ajudam a prevenir são as chamadas antocianinas, presentes em mirtilos, cerejas, amoras, rabanetes e groselhas. Flavanonas e flavonas, flavonóides cítricos, também são muito positivos.

Finalmente, o estudo mostra que um aumento no consumo de frutas em homens é capaz de reduzir o risco de disfunção em 14%. Este número pode subir para 21% se acrescentarmos alimentos com flavonóides à nossa dieta, como os mencionados acima. O estudo ressalta que a introdução de algumas porções por semana é mais do que suficiente para que seu efeito positivo atue no corpo humano.

Especialistas também ressaltam que esse benefício é adicionado àqueles que já foram comprovados no consumo de flavonóides e que converteram certos alimentos como a melhor maneira de prevenir doenças como diabetes ou doenças cardiovasculares, dentre as quais podemos incluir disfunções ,

Entenda o que é a Impotência Sexual e como tratar

Entenda o que é a Impotência Sexual e como tratar

A impotência sexual, também conhecida como disfunção erétil, é a incapacidade e dificuldade em ter ou em manter uma ereção do pênis que permita ter um contato intimo. Assim, o homem pode ter um problema quando esta dificuldade acontece em pelo menos 50% das tentativas para ter contato sexual, e o que pode acontecer é que a ereção não é suficientemente rígida para que possa haver penetração. Este problema pode ser tratado através da utilização de medicamentos, como Viagra ou Cialis, ou usando chás preparados com plantas medicinais. Veja que remédios podem ser usados em Remédios para Impotência Sexual.

A impotência sexual afeta na sua maioria homens entre os 50 e os 80 anos, e além de prejudicar a saúde sexual e íntima do homem, pode também trazer outros problemas psicológicos como a depressão, contribuindo por isso para uma diminuição da qualidade de vida.

Entenda o que é a Impotência Sexual e como tratar
Principais Causas
Algumas das causas mais comuns que levam a problemas de disfunção erétil incluem:

Saiba mais: Androzene funciona

Uso de drogas;
Alcoolismo;
Obesidade;
Uso excessivo de certos medicamentos como anti-hipertensivos, antidepressivos e antipsicóticos por exemplo;
Problemas psicológicos como depressão, traumas, medo, insatisfação ou diminuição da líbido;
Doenças crônicas, como insuficiência renal ou diabetes. Entenda porque a diabetes pode causar impotência.
Além disso, o tabagismo é outra das principais causas da impotência sexual, pois o cigarro reduz o fluxo de sangue no órgão sexual, podendo dificultar a ereção ou impedi-la completamente. Conheça as principais causas que podem levar ao surgimento deste problema em Principais Causas da Impotência Sexual.

Sintomas
Alguns dos principais sintomas da impotência sexual incluem:

Dificuldade para conseguir ou para manter uma ereção;
Ereção menos rígida e mais flácida;
Redução do tamanho do órgão sexual;
Mais tempo para atingir a ereção;
Dificuldade em manter contato íntimo em algumas posições sexuais;
Maior esforço e concentração para manter a ereção;
Diminuição dos pelos no corpo;
Diminuição do número de ereções espontâneas ao acordar;
Ejaculação mais rápida que o habitual;
Alterações ou deformação no órgão genital;
Doença vascular periférica que dificulta a passagem de sangue para os membros inferiores do corpo, como pernas, pés e órgão sexual.
Saiba reconhecer se é impotência sexual em Como Identificar se é Impotência Sexual.

Diagnóstico
Para fazer o diagnóstico da disfunção erétil, o médico irá fazer um registo detalhado de todas as dificuldades sentidas durante o contato íntimo, além de se informar sobre outras possíveis causas como depressão ou uso de drogas por exemplo, que possam estar na origem do problema. Além disso, o médico faz também um exame físico em busca de deformidades no órgão genital, doenças na próstata, sinais de hipogonadismo ou sinais de doenças cardiovasculares ou de problemas neurológicos.

Quando necessário, o médico pode também pedir a realização de exames de laboratório para avaliar os níveis dos lípidos, açúcares e do hormônio testosterona no organismo, pois esses valores podem ajudar a identificar o possível problema.

Tratamento
A impotência sexual pode ser tratada de diferentes formas, pois o seu tratamento depende da sua causa. Assim, algumas das opções de tratamento que existem são:

Uso de remédios como Sildenafil (Viagra), Tadalafil (Cialis) ou Vardenafil (Levitra), Apomorfina, Blemelanotida ou Alprostadil que ajudam na ereção.
Terapia de reposição com hormônios em cápsulas, adesivos ou injeções que aumentam os níveis de testosterona e facilitam a testosterona;
Uso de aparelhos de vácuo que favorecem a ereção e são especialmente aconselhados para homens que não podem fazer o tratamento com remédios;
Cirurgia para implantação de próteses penianas que são usadas apenas em último recurso apenas quando todos os restantes tratamentos não tiveram sucesso.
Além dos tratamentos referidos, o aconselhamento com um psicologo ou psiquiatra e a terapia de casal são também muito importantes, pois ajudam tratar outros problemas, medos e inseguranças que possam existir e que estejam também contribuindo para o problema. A psicoterapia também é indicada nestes casos para ajudar a tratar o estresse, ansiedade e a depressão.

Veja os alimentos que aumentam a libido e como preparar uma refeição afrodisíaca no vídeo a seguir:

Imagem ilustrativa do vídeo: ESTIMULANTE SEXUAL NATURAL
Os remédios caseiros também são uma excelente opção para quem sofre com este problema, que podem ser facilmente preparados em casa com ingredientes naturais. Veja como preparar um chá de alecrim, com chapéu de couro e catuaba ou um xarope caseiro com mel, guaraná e ginseng para tratar a impotência sexual.

Remédio para Ejaculação Precoce: Funciona ou é MITO? Veja AQUI!

Remédio para Ejaculação Precoce: Funciona ou é MITO? Veja AQUI!

Remédio para ejaculação precoce funciona mesmo ou é mito? No artigo de hoje vou desvendar esse mistério e deixar bem claro se realmente vale a pena você usar um medicamento para ejaculação precoce.

Saiba mais: estimulante sexual funciona

O remédio para ejaculação precoce atua no principal agente deste distúrbio: a ansiedade. Nesse texto vamos entender um pouco mais sobre esse grande problema que atinge milhões de homens pelo mundo.

Alguns homens estão começando a tomar o Dolotill no lugar de outros remédios para ter resultados mais rápidos e duradouros sem efeitos colaterais.

remédio para ejaculação precoce

O ato de ejacular é movido pela adrenalina. A excitação que esse hormônio provoca é responsável pelo orgasmo masculino. Um homem que esteja extremamente ansioso, terá o nível de adrenalina potencializado, e consequentemente, a ejaculação precoce. Esse é o quadro mais comum de quem sofre desse mal. É possível que a patologia esteja associada a outro problema fisiológico, que deverá ser diagnosticado por um especialista (urologista é o médico específico).

Antes de nos debruçarmos sobre quando recorrer ao remédio de ejaculação precoce, vale conhecer um pouco mais a respeito deste distúrbio.

A ejaculação precoce e sua incidência
Os homens buscam o remédio para ejaculação precoce, pois não conseguem mais lidar com esse terrível desconforto. E engana-se quem pensa que o problema só acompanha indivíduos de faixa etária avançada. Essa disfunção pode surgir logo no início da vida sexual de alguns homens, certamente mais fácil de entender, pois na juventude fatores distintos levam a produção acelerada da adrenalina, e, por conseguinte, a ejaculação rápida.

Muitos desse indivíduos ao ganharem mais experiência sexual, conseguem dá um ritmo melhor e controlar seu desempenho. Porém, bastará qualquer impacto emocional para serem afetados novamente pelo problema fisiológico.

Mas, em qualquer faixa de idade, sabe-se o quanto o problema afeta a moral do indivíduo. Inicialmente talvez não atinja a relação do casal, porém, com o passar do tempo, é o próprio homem que se sentirá incapaz, e logo os problemas começam a se acentuar.

Em todos esses casos é inicialmente recomendada a psicoterapia. Que muitas vezes é associada a técnicas físicas e atitudes simples de comportamento, tais como:

A masturbação – não importante se já tem “experiência”, a masturbação ajuda o homem a controlar a questão da sensibilidade, e controlar a ejaculação. Outras técnicas também são usadas nesse sentido, como o interromper o coito ao sentir que irá ter um orgasmo.
A conversa – a ansiedade é muitas vezes causada pela insegurança, então vale um dialogo mais aberto entre o casal. Os dois juntos podem chegar a uma solução, e criar um ambiente mais confortável para o individuo que sofre com a ejaculação rápida.
Não havendo sucesso nessas alternativas, o caminho é o medicamento.

Alguns estudos apontam que não é somente o lado emocional que levam os homens a procurarem o remédio para ejaculação precoce. O tratamento alopata (usando antidepressivos ou estimulantes de ereção) é recomendado para indivíduos que estejam diagnosticados com:

Inflamações no pênis
Inflamações na próstata
Esclerose múltipla
Em todos esses casos é imprescindível que o afetado procure o médico. O diagnóstico é feito através de profunda análise, e alguns exames podem ajudar. E quando confirmado o problema, é receitado o remédio para ejaculação precoce.

E quais são os medicamentos utilizados no tratamento da ejaculação precoce? Vejamos a seguir.

Qual é o melhor remédio para Ejaculação Precoce?
Homens que estão com problemas no relacionamento devido ao desempenho sexual comprometido pela ejaculação rápida, vão em busca do tratamento por meio de medicamentos. E substâncias bem eficientes compõe esses remédios, conheça as principais:

Dolotill

Após diversos testes ficou comprovado que esse é o melhor remédio para tratar a ejaculação precoce. Esse é um suplemento natural que ajuda a fortalecer o músculo pubbeo-coccígeo e a controlar a ansiedade na Hora H. Ele foi descoberto por médicos americanos e foi lançado no Brasil há pouco tempo. Dolotill não oferece riscos para a sua saúde porque não tem contra-indicações ou efeitos colaterais, a composição é 100% natural. Clicando no link abaixo você tem todos os detalhes:

>>> QUERO CONHECER O DOLOTILL <<<
Sildenafila – remédio para ejaculação precoce que trata problemas de disfunção erétil, ajudando homens que tenham problemas em manter a ereção.
Trazodona – antidepressivo que reduz a ansiedade.
Tadalafila – outro medicamente que trata o problema da ejaculação provocada pela falta de rigidez peniana.
Lindocaína – medicamento para uso tópico, voltado para homens que tem ejaculação rápida provocada pela alta sensibilidade na glande.
Fluoxetina – remédio receitado para tratar quadros de depressão e ansiedade.
Clomipramina – um antidepressivo que tratará a questão da ansiedade, porém, é uma substância forte e somente em casos extremos é receitada.
Dapoxetina – um dos mais recentes medicamentos para tratar a ejaculação precoce, ele age estimulando um neurotransmissor conhecido como serotonina.
Salientamos a importância da consultar ao médico especialista antes de ingerir qualquer uma da dessas substâncias. Assim terá a segurança e o aval que precisa para se livrar do problema.

A ejaculação precoce é sem dúvida um dos males causados pela turbulência que vivemos na atualidade. Estresse, hábitos irregulares como fumar e outros, contribuem diretamente para esse distúrbio. Então fazer uso do remédio para ejaculação precoce é uma forma eficiente de retomar a qualidade de vida, e do bem-estar de um relacionamento.